informações gerais sobre mamíferosinformações gerais sobre répteisinformações sobre anfíbios em geralinformações e curiosidades sobre avesinformações gerais sobre insetostudo sobre aracnídeosanimais em ordem alfabética
ir pra a página principal do site

PESQUISE NESTE SITE:

Lagartixas e lagartinhosDiversos tipois de lagartosTudo sobre iguanasCamaleão e suas característicasTuatara, quase um fóssil vivoTudo sobre répteiswww.ninha.bio.br
 
 

Veneno de cobra

Existem muitos venenos, que funcionam de modo diferente em cada espécie.

90% das picadas de cobra, no Brasil, são de jararacas, mas a que mais mata é a cascavel, pois seu veneno é bem mais potente.

extração do veneno da cobra

Os venenos das cobras podem ser:

Neurotóxicos

Agem sobre o sistema nervoso. O local da picada fica dormente e insensível.
Provocam paralisias musculares, cegueira e enfraquecimento extremo.
É o caso do veneno da cascavel e da coral.

O veneno de uma cobra coral adulta tem capacidade para matar até um boi de 500 quilos.

Hemolítico

Provocam a hemólise e o escurecimento da urina.
É o caso do veneno da cascavel.

Proteolíticos

A vítima sente uma dor intensa no local da picada. Os tecidos sofrem necrose (apodrecem).
É o caso do veneno da jararaca.

Extraindo veneno da cobra

Soro antiofídico

Para produzir o soro contra o veneno de cobra, o antídoto... é  mais ou menos assim:

É retirado o veneno da cobra e injetado em um cavalo em pequenas quantidades.

Depois de um tempo o cavalo desenvolve anticorpos contra o veneno.

O sangue é retirado do cavalo (só 3% ) e as duas partes que compõe o sangue são separadas.

A parte que tem as células sanguíneas é devolvida ao cavalo.

A parte líquida (plasma), onde estão os anticorpos é submetida a processamento.

O processo todo leva 70 dias.

colhendo o veneno da cobra

Soros hiperimunes são produtos imunobiológicos utilizados no tratamento de vítimas de animais peçonhentos e de pacientes com doenças causadas por microorganismos (bactérias ou virus).

Cada soto tem os anticorpos certos e, consegue neutralizar rapidamente a ação do do veneno.

As vacinas são preventivas e os soros são remédios curativos.

São preparados a partir do plasma (parte líquida do sangue) de animais (geralmente cavalos) imunizados através de inoculações sucessivas e com doses crescentes de toxina bacteriana, virus ou antígenos (a partir do veneno de animais).

Hospital Vital brazil

O Hospital Vital Brazil

O Hospital Vital Brazil foi criado em 1945.

Hoje, é especializado no atendimento e estudo dos envenenamentos por animais peçonhentos, além de capacitar pessoal médico e de enfermagem para soroterapia.

Fica no Instituto Butantan, em São Paulo - um dos poucos lugares que produzem o soro contra a o veneno da aranha marrom.

O Hopital Vital Brazil trata casos de envenenamento por: aranhas, escorpião, lonomia taturana e serpentes.

Soros produzidos pelo Instituto Butantan

Antipeçonhentos:

Antibotrópico - para tratamento de pessoas picadas por serpentes do gênero Bothrops jararaca, jararacuçu, cotiara, caiçaca e urutu).
Anticrotálico - para tratamento de pessoas picadas por serpentes do gênero Crotalus (cascavel).
Antibotrópico-Crotálico - para tratamento de pessoas picadas por serpentes dos gêneros Bothrops (jararaca, jararacuçu, cotiara, caiçaca e urutu) ou Crotalus (cascavel).
produção do soro antiofídicoAntielapídico - para tratamento de pessoas picadas por serpentes do gênero Micrurus (coral verdadeira).
Antibotrópico-Laquético - para tratamento de pessoas picadas por serpentes do gênero Bothrops (jararaca, jararacuçu, cotiara, caiçaca e urutu) ou Lachesis (surucucu ou surucutinga).
Antiaracnídico - para tratamento de pessoas picadas por aranhas do gênero Phoneutria (armadeira) e Loxosceles (aranha marrom) ou por escorpiões do gênero Tityus (escorpiões brasileiros).
Antiescorpiônico - para tratamento de pessoas picadas por escorpiões do gênero Tityus (escorpiões brasileiros).
Antilonomia - para tratamento de pessoas acidentadas com taturanas do gênero Lonomia.
Antitimocitário - Para prevenção e tratamento em episódios de rejeição em transplantes.

laboratório

Antitóxicos:

Antidiftérico - para tratamento da difteria.
Antitetânico - para prevenção e tratamento do tétano.
Anti-rábico - para prevenção e tratamento da raiva.
Antibotulínico "A" - para prevenção e tratamento de botulismo do tipo A
Antibotulínico "B" - para prevenção e tratamento de botulismo do tipo B
Antibotulínico "ABE" - para prevenção e tratamento de botulismo dos tipos A, B e E.

 

vacina
Vacinas produzedas pelo Instituto Butantan

Toxóide tetânico - Para prevenção do tétano

Vacina dupla (dT) - Para prevenção da difteria e tétano (acima de sete anos até a idade adulta)

Vacina dupla (DT) - Para prevenção da difteria e tétano (crianças até seis anos e onze meses)

Vacina tríplice (DPT) - Para prevenção da difteria, coqueluche e tétano

BCG intradérmica - Para prevenção da tuberculose

Contra a raiva - Para prevenção da raiva

Recombinante contra Hepatite B - Para prevenção de Hepatite B

vacina contra a dengue

Está em desenvolvimento, no instituto Butantan, a tão esperada vacina contra a dengue.

Os primeiros testes em humanos começaram no fim de 2013. É um longo e cuidadoso processo, que trará um enorme benefício para a população.


Abaixo os produtos em desenvolvimento:

Adjuvante MPLAp
Soro Anti-abelha africanizada
Hemoderivados
Vacinas Influenza sazonal, H1N1 e H5N1
Vacina contra Raiva (produzida em Célula VERO)
Vacina pentavalente contra Rotavírus
Vacina tetravalente contra Dengue
Vacina Leishmaniose canina
Biofármaco Monoclonal Anti-CD3
Biofármaco Surfactante pulmonar

laboratório de produção de soros

O que fazer em caso de picada de cobra

Se a picada for na perna ou no braço, mantenha-os em posição mais elevada.

Lave a picada com água e sabão, e se puder, leve a cobra junto.

Não faça torniquete para impedir a circulação do sangue, você pode causar uma gangrena ou necrose.

Não de pinga nem querosene nem fumo à vítima.

Não corte o local da ferida, não aplique folhas, pó de café ou terra, para não causar infecções.

Mantenha a vítima deitada. Evite que ela se movimente para não facilitar a absorção do veneno.

Leve a vítima ao serviço de saúde mais próximo para que possa receber o soro a tempo.

Especificidade dos Soros

Uma das descobertas que consagrou Vital Brazil como grande cientista foi a da especificidade do soro.

Ele percebeu que o soro contra o veneno de jararaca não neutralizava o veneno de cascavel e vice e versa. Isso acontecia devido á diferentes proteínas encontradas nos venenos.

Os efeitos provocavam reações diversas que precisavam ser tratadas com anticorpos específicos (produzidos pelo cavalo) e, desta forma, deveriam existir vários tipos de soros, capazes de tratar as especificidades de cada envenenamento.

 
 
by   envie e-mail
 
Desenhos animados e ilustrações em geral

Caso exista alguma foto aqui que seja sua, colocarei o crédito com o maior prazer. Caso não queira que seja exibida, substituirei por outra.
Para colaborar com textos e fotos, envie email para anamaria.ninha@gmail.com.

animais fora de controleanimais desconhecidosPlaneta TerraSeres HumanosNotícias biológicasAnimais que vivem na terraAnimais que vivem na água
Política de Privacidade
 
index