informações gerais sobre mamíferosinformações gerais sobre répteisinformações sobre anfíbios em geralinformações e curiosidades sobre avesinformações gerais sobre insetostudo sobre aracnídeosanimais em ordem alfabética
galinhas voltar a página inicial
PESQUISE NESTE SITE:

página sobre ninhos de avestudo sobre o gansoTudo sobre marrecospágina sobre cisneTudo sobre PatosTudo sobre aveswww.ninha.bio.br
 
 

Galinhas

A galinha é uma ave doméstica.

A relação do homem com as aves é antiga.
Durante séculos, aves selvagens serviram de alimento e sua plumagem era utilizada para a confecção de roupas e travesseiros.

Embora as aves possam transmitir doenças e atacar plantações, também podem ajudar quando se alimentam de carniça (urubu), insetos e roedores - sem esquecer que as aves cumprem função polinizadora (beija-flores).

A relação mais próxima é mesmo com as espécies domesticadas (galinhas, patos, perus, gansos, marrecos e passarinhos), que fornecem carne, ovos, penas e outros produtos.

A fêmea adulta é chamada de galinha, o macho adulto de galo, e o jovem galo de frango.

Os filhotes são chamados de pintos ou pintinhos.

Os galos cantam, as galinhas cacarejam e os pintinhos piam.

galinha e pintinho

A galinha geralmente te a crista e o rabo curtos.

O galo tem a crista e o rabo maiores.


galo branco com rabo preto

Os galos apresentam também um esporão, um tipo de unha virado para trás que usam como arma para se defenderem ou disputarem o domínio de um galinheiro.

Galinheiros pequenos com mais de um galo sempre têm brigas.

Galinhas são animais ovíparos.

galo e galinha na rua de uma comunidade, no Rio de Janeiro

criadouro rural de aves domésticas

A organização social e hierarquia das galinhas só se manifesta na agressividade.

A galinha A, por exemplo, bica todas e não é bicada por nenhuma; a B bica todas, menos a galinha A, e assim por diante. No fim da escala social está uma galinha que é bicada por todas, mas não bica nenhuma.

O galo pode bicar o grupo inteiro, e ninguém bica ele.

o líder vai na frente

casal de galizes

Milhares de anos atrás, as aves domésticas já eram mantidas na Índia e na Ásia.

Todos os tipos de galinhas vieram do Galo Selvagem Vermelho, à esquerda, ainda encontrado em seu estado natural vivendo em matas, bosques e cerrados da India.

As aves domésticas tornaram-se comuns em fazendas e casas de campo no mundo todo.

dois pintinhos amarelinhos

pintinho recem saido do ovo

Ao lado um pintinho recém saído do ovo.

pintinhos e ovos

pintinho nascendo

Os pintinhos demoram 21 dias para nascer, e eles quebram a casca do ovo, de dentro pra fora, para poder sair.

Quando a galinha fica choca (dá pra saber pois ela fica toda arrepiada, parecendo gorda), ela reune ovos (dela ou não) e choca quantos couberem em baixo dela.  Ela cria todos, sem distinção.

Quando eu era criança, coloquei ovos de pata para a galinha chocar, quando nasceram a galinha os assumiu como seus pintinhos. Mas quando passaram perto da água os patinhos foram nadar, a galinha ficou histérica na beira da água - pintinhos não nadam! (Acho que não foi uma boa ideia....)

pintinhos na estufa

Criação de frangos

Se você mora em uma cidade não muito grande, já deve ter visto um galinheiro, uma criação de galinhas em pequena escala, muito comum em todo Brasil.

As pessoas criam galinhas para ter ovos e carne.

Em alguns lugares grandes áreas são cercadas, e se criam galinhas, patos, marrecos, gansos e perus, todos juntos no mesmo espaço.

Essas aves convivem muito bem juntas, e se torna prático alimentá-las todas juntas, ja que a comida é a mesma.

As aves domésticas geralmente tem um abrigo (galinheiro) onde podem se abrigar e colocar seus ovos.

Geralmente em lugares mais frios os pintos mais novos são colocados em uma caixa com uma lâmpada que os mantém aquecidos.

Quando nascem bicam tudo que vêem pela frente, por instinto, e ainda não sabem bem o que é e o que não é comida. Por isso essas "estufas" domésticas sempre tem comida própria para pintinhos jogadas no chão. Assim eles aprendem a reconhecer a comida.

franguinho sendo retirado da estufa

Ao lado, um pintinho que já tem um bom tamanho está sendo retirado da "estufa" para que não machuque os pequenininhos.

As galinhas podem viver até 15 anos.

A galinha canta quando põe ovos, o resto do dia ela cacareja.

O galo canta quando o sol está nascendo e quando quer "aparecer" para as galinhas.

O galo é o primeiro do grupo a recolher-se ao entardecer, e as galinhas vão logo atrás dele.

galinhas bebendo água na lagoa

 

Na foto ao lado as galinhas bebem água no açude que fica na área destinada as aves domésticas.

Patos, gansos, cisnes e marrecos precisam de pelo menus um tanque pequeno para se desenvolverem.

Galinhas não nadam, mas preferem tomar água assim do que em bebedouros.

galinhas comendo milho

Na foto ao lado galinhas e um marreco recebem milho (esses grãos amarelos que estão caindo).

As galinhas gostam muito de milho (assim sem cozinhar mesmo).

Quando ficam fechadas em uma área menor, as galinhas costumam arrancar a grama toda, e deixar o chão assim só na terra.

Galinhas tem penas, mas não conseguem alçar grandes vôos.

Mesmo assim, é costume cortar as pontas das asas, para que elas não voem sobre as cercas.

comedouros feitos de pneus

Esses pneus cortados ao meio servem como comedouro para as aves, e ali é colocada a ração, ou grão que lhe servir de alimento.

 

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Galliformes
Família: Phasianidae
Gênero: Gallus
Espécie: G. gallus
Subespécie: Gallus gallus domesticus

galinha empoleirada

Os galinheiros geralmente possuem caixas com palha para os ninhos e poleiros de madeira, onde as galinhas gostam de passar o noite.

Os galinheiros podem ser atacados por cobras e gambás.

galinheiro

avicultura comercial

Os modernos sistemas de criação de aves não se parecem em nada com a antiga prática de deixar as galinhas ciscando livremente nos terreiros das casas da zona rural.
As empresas avícolas têm uma verdadeira linha de montagem, onde são desenvolvidos todos os processos necessários para assegurar uma produção diária de carne e ovos, que serão enviados aos revendedores.

A seleção de raças mais rentáveis é feita com  cruzamento de raças "artificiais" ou "híbridas".Essas raças garantem um maior rendimento em carne e ovos, proporcionalmente à quantidade de alimento consumido.

Veja na imagem ao lado.

 

A maior parte dos ovos e do frango que compramos no mercado, vem de estabelecimentos que funcionam como a granja da ilustração acima.

Os frangos e galinhas são criados em galpões (3) e recebem ração com vitaminas, proteínas e hormônios.

Quando eles atingem o peso ideal, são enviados para o matadouro (6), limpos, embalados e preparados para serem levados para os mercados.

Os ovos, transportados em esteiras rolantes (4), são classificados de acordo com o tipo e o tamanho e embalados (S).

Os ovos fertilizados vão para as incubadeiras elétricas (7) e os pintinhos que nascerem, passam um tempo na "maternidade", e vão para os galpões (3), e começa tudo novamente.

Muita higiene e os cuidados de veterinários são importantes para garantir que tudo seja saudável.

incubadora de ovosNas modernas criações de frangos, até mesmo o nascimento dos pintinhos é diferente do que acontece nos galinheiros tradicionais.

Os ovos são chocados em incubadeiras elétricas, longe das galinhas.

Nessas máquinas, os ovos são mantidos durante 21 dias com de temperatura (37ºC) e umidade (60%) constantes.

Ao lado a ilustração de uma incubadeira.pintinho recém nascido

franguinhofrango branco

Na criação doméstica as galinhas geralmente são de diversas cores e raças, na criação industrial as galinhas geralmente são brancas e grandes.

galizes

Na foto ao lado, um galo e 3 galinhas Galizé (anãzinhas).

São criados geralmente como ave de estimação e decorativa.

Abaixo galo e galinha De Topete. (Esses são os apelidos das espécies e não seus nomes científicos).

galinhas de topete

galinho galizé

galizés

Na foto acima e nesta ao lado, mais galizés (raça de galinha anã).

Ao fundo grinfas de pinheiro brasileiro (Araucária).

 

No filme ao lado, ouvimos latido de cachorro, canto de angolista e no fim o canto do galo Galizé.

Repare quando ele chega perto do coelho, ele é da altura do coelho.

galinha chocando um cãozinho

 

As vezes as galinhas criam patinhos que ficaram sem mãe, na foto o lado uma galinha aquecendo um filhote de cachorro.

frango bebendo água

 

 

 

 

No filme ao lado, galinhas bebendo água.

Elas levantam o pescoço rapidamente para que a água não escorra pelo bico.

 

Abaixo mais fotos de galinhas:

galo
galo com penas pretas e vermelhas
galinheiro em Santa Catarina
galinha de pescoço pelado
galinha carijó
galinhagalinha
galinheirofrangos bebendo água
galinhagalinha comum

família

Família grande.

Mamãe galinha e seus muitos pintinhos.

pintinho

pintinho de pescoço pelado

 
by   envie e-mail
 
 
Recuperação de imagens estragadas pelo tempo

Caso exista alguma foto aqui que seja sua, colocarei o crédito com o maior prazer. Caso não queira que seja exibida, substituirei por outra.
Para colaborar com textos e fotos, envie email para anamaria.ninha@gmail.com.

animais fora de controleanimais desconhecidosPlaneta TerraSeres HumanosNotícias biológicasAnimais que vivem na terraAnimais que vivem na água
Política de Privacidade