informações gerais sobre mamíferosinformações gerais sobre répteisinformações sobre anfíbios em geralinformações e curiosidades sobre avesinformações gerais sobre insetostudo sobre aracnídeosanimais em ordem alfabética
Página sobre o jabuti-piranga, no site www.ninha.bio.br
www.ninha.bio.br
 
 

Jabuti-piranga

Nos desenhos animados, o casco das tartarugas é visto como uma “casa nas costas”. Elas conseguem despir o seu casco, e às vezes tem até telefone dentro.
Mas na realidade isso não ocorre. O casco, na verdade, é uma estrutura ossificada que surgiu a mais de 200 milhões de anos atrás, nos antepassados dos quelônios, como forma de proteção contra predadores.

 

jabuti-piranga

Classificação

Ordem: Testudines
Nome popular: Jabuti-piranga
Nome científico: Geochelone carbonaria
Distribuição geográfica: Norte, nordeste e centro-oeste da América do sul
Habitat: Cerrado, bordas de mata e florestas baixas
Hábitos alimentares: Onívoro
Reprodução: Desova entre 01 e 09 ovos em buracos no solo por postura, que eclodem após 5 a 10 meses de incubação
Período de vida: Mais de 50 anos.

Características

A coluna vertebral e costelas desses répteis estão fundidas à carapaça, que é a parte dorsal do casco (a parte ventral é denominada plastrão). Portanto, elas não podem “sair de dentro” do casco.

As espécies terrestres, conhecidas como jabutis, são as que têm o casco mais abaulado. No Brasil, existem duas espécies, o jabuti-tinga, Geochelone denticulata, de porte maior e colorido mais claro (tinga, em Tupi, quer dizer branco) e o jabuti-piranga, Geochelone carbonaria, de porte menor e, geralmente, com escamas avermelhadas (piranga, em Tupi, quer dizer vermelho).

O jabuti-piranga, por viver em regiões mais abertas, como a borda das matas e os campos dos cerrados, é a espécie mais conhecida. Infelizmente, pelos mesmos motivos, ele é caçado com freqüência para consumo da sua carne e para a venda como animal de estimação, atividades proibidas por lei. No Brasil, aparece dos estados da Amazônia até o norte de São Paulo.

jabuti

jabuti-piranga

 

Apresenta hábitos diurnos e, sendo um animal ectotérmico, necessita do calor do ambiente para elevar a sua temperatura corpórea. Só assim para tornar-se mais ativo e alimentar-se mais. Come frutas, folhas, flores e, esporadicamente, invertebrados e animais mortos. O macho alcança a maturidade sexual aos 8 anos de idade, com cerca de 20 cm de comprimento do casco, e a fêmea aos 12 anos de idade, com cerca de 25 cm de comprimento.

Período de vida

Podem viver bem mais de 50 anos e alcançar 45 cm de comprimento. Os machos são maiores e podem se envolver em combates usando o casco para tentar virar o oponente.

 

jabuti acasalando

 

Reprodução

Durante o cortejo que fazem às fêmeas, movimentam cabeça e pescoço para cima, para baixo e para os lados, e emitem sons que lembram um pouco o cacarejar de uma galinha.

As fêmeas colocam de 1 a 9 ovos de cada vez, em um ninho escavado na terra. O filhote nasce após 5 a 10 meses, com cerca de 4 a 5 cm de comprimento.

ovo de jabuti

 

Veja também Tartarugas Marinhas, Tigre-d'água, Tracajá, Cágado-Cabeçudo

iguana, camaleão, dragão de komodo, borboleta, beija-flor, girafa, parto de um elefante

filhotinhos de jabuti
tartaruguinha

 

Esta foto e a foto abaixo foram feitas no viveiro no Parque Chico Mendes, na Barra, Rio de Janeiro.

Estes animais chegaram lá machucados, e estão em recuperação para voltar para a natureza.

Por isso é que este jabuti, que já está quase recuperado, fica tentando sair pela grade - não é um animal criado em cativeiro, ele está lá só até se recuperar, e fica ansioso para voltar a liberdade.

 
by   envie e-mail
 
 
Desenhos animados e ilustrações em geral

Caso exista alguma foto aqui que seja sua, colocarei o crédito com o maior prazer. Caso não queira que seja exibida, substituirei por outra.
Para colaborar com textos e fotos, envie email para anamaria.ninha@gmail.com.

animais fora de controleanimais desconhecidosPlaneta TerraSeres HumanosNotícias biológicasAnimais que vivem na terraAnimais que vivem na água
Política de Privacidade
 

ir pra a página principal do site