informações gerais sobre mamíferosinformações gerais sobre répteisinformações sobre anfíbios em geralinformações e curiosidades sobre avesinformações gerais sobre insetostudo sobre aracnídeosanimais em ordem alfabética
Página sobre as lagostas, no site www.ninha.bio.br
www.ninha.bio.br
 
 

Lagostas 


Classe: Malacostraca     
Ordem: Decapoda    
Família: Palinura

Lagostas são crustáceos

Os crustáceos são animais artrópodes que possuem uma crosta protegendo o corpo, em sua maioria animais aquáticos e de respiração branquial.

São de grande importância a cadeia alimentar, pois servem de alimento aos peixes e outros animais maiores.

A parte interna do seu corpo é constituída por aparelho digestivo, câmara cardíaca, aparelho circulatório, aparelho excretor, aparelho respiratório, sistema nervoso e órgãos sensitivos.

lagosta sobre coraisAs lagostas são crustáceos decápodes, macruros, palinurídeos.

O corpo é revestido de espessa carapaça provida de tubérculos e espinhos, e  em algumas espécies pode ter até 50cm de comprimento.

As antenas das lagostas são sempre longas.

A lagosta é marinha, e gosta de locais de vegetação ou áreas rochosas, desde que existam muitos moluscos e anelídeos (comida).

Durante o dia, permanece escondida (cavidade de rochas, corais ou emaranhados de algas). À noite, sai em busca de alimento, retornando ao abrigo de manhã.

Quando ameaçada, a lagosta dobra o abdomem, com a nadadeira caudal aberta em leque, ao mesmo tempo em que mantém as patas e antenas orientadas para a frente, facilitando assim um rápido deslocamento.

Se alimenta principalmente de animais mortos.

várias lagostas e um ouriçolagosta na areia do fundo

lagosta no coral

A lagosta é encontrada entre 70 e 200 metros de profundidade, mas costuma se aproximar da costa durante a sua reprodução.

O macho vira a fêmea de costas e depoisita o esperma sobre sua barriga. Algumas horas depois, a fêmea põe óvulos, que são fecundados.

Estes óvulos fecundados são envolvidos em gelatina e ficam grudados na barriga da fêmea.
Depois de vinte dias, nasce uma larva.

Após várias mudas, elas se transforma em uma jovem lagosta.

Assim como todo crustáceo, a lagosta cresce durante toda a vida. Um pouco por vez, a cada muda.

lagosta vista por dentro

A maioria dos crustáceos vive no mar, mas existem também várias espécies de crustáceos terrestres, e outras que vivem em rios, lagos e mangues. Alguns tipos, ainda, podem ser encontrados em montanhas, a mais de 3 000 m de altura. Certas espécies, como as cracas, se fixam em rochas e cascos de navios; outras vivem em galerias ou túneis, cavados por elas mesmas.

A classe dos crustáceos abrange desde pequenos seres, que fazem parte do plâncton (organismos microscópicos animais e vegetais sem locomoção própria, que flutuam nas águas) até grandes animais como as lagostas.

Indivíduos de sexos diferentes vivem separados e em muitos casos há uma grande diferença entre machos e fêmeas.

desenho das partes de uma lagosta

lagostas migrando em fila indiana

Lagostas espinhosas brincam de seguir o líder

Com a aproximação do final do seu verão nos recifes, as lagostas vão ficando inquietas. É hora de ir embora para escapar das tempestades de outono.

Elas saem de suas tocas, debaixo das pedras e corais, e formam filas de até 70 lagostas e partem para águas mais profundas.

Afastando-se do litoral, elas caminham dia e noite no fundo do oceano, a uma velocidade aproximada de 5m por minuto. Várias filas podem avançar ao mesmo tempo pelo fundo arenoso.

As lagostas mantêm-se em contato entre si através de suas antenas longas, pontudas e sensíveis.

Elas parecem brincar de seguir o líder, pois as antenas mais curtas tocam a cauda da que está à frente.

Algumas vezes cada lagosta prende as patas dianteiras ao redor do rabo da que está à frente, ficando assim mais presas.

Dessa forma, elas marcham até 80km em uma semana, indo para o sul.

Quando estão em águas mais profundas e frias, a temperatura do seu corpo cai e o seu metabolismo desacelera.

Com menos comida disponível, elas praticamente hibernam até a primavera, quando retornam à costa, com um mar mais calmo e comida mais farta.

 

lagostas na areia da praia

lagosta vista de perto

Algumas pessoas me escrevem querendo saber qual é o período de defeso da lagosta (quando ela não pode ser pescada), então...segue abaixo a portaria referente:

Defeso da Lagosta

Portaria 109 de 19-12-91, Defeso da Lagosta

O PRESIDENTE DO INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS – IBAMA, no uso das atribuições que lhe confere o Artigo 83, inciso XIV, do regimento interno do IBAMA, aprovado pela Portaria Ministerial n.º 445, de 16 de Agosto de 1989, tendo em vista o disposto no artigo 1º, incisos VII, X e XII, do anexo I, do Decreto n.º 78, de 05 e Abril de 1991, combinado com o Art 1º , incisos I, II, V, VI, § 2º , e com os artigos 2º e 3º, todas da Lei n.º 7.679, de 23 de novembro de 1988, e o que consta do processo IBAMA n.º 28341.002783/89-29,

RESOLVE:

Art.1° . Proibir o exercício da .pesca da lagosta vermelha (Panulirus argus) e lagosta cabo verde (P. Laevicauda), anualmente, no período de 01 de janeiro à 30 de Abril.

§ 1° . Telerar-se-á o desembarque das citadas espécies somente até o dia 31 de Dezembro de cada ano, data em que as embarcações devem retornar , da fauna pesqueira, com todos os covos conduzidos em sua ultima saída.

§ 2° . È concedido o prazo de 03 (Três) dias para que as mencionadas espécies desembarcadas sejam transportadas, por terra, até os frigoríficos ou empresas processadoras, desde que possuidoras de Certificado de Serviço de Inspeção Federal – SIF.§ 3º – Permitir-se-á a largada das embarcações lagosteiras, devidamente licenciadas, a partir de 00:00H (Zero Hora) do dia 1º de maio de cada ano.

Art.2° . As pessoas físicas ou jurídicas que atuem na captura, conservação, beneficiamento, comercialização ou industrialização de lagostas deverão fornecer ás Superintendências Estaduais do IBAMA, até o dia 07 de Janeiro, relação detalhada do estoque da lagosta existente no dia 03 de Janeiro.

Art.3° . O Exercício da pesca, praticado de acordo com o estabelecido no art. 1º, sujeita o infrator as multas e penalidades previstas no nos Artigos 4º, 5º, 6º, 7º, 8º, e 9º da Lei n.º 7.679/88 e demais legislação pertinente.

Art.4° . esta Portaria entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário, especialmente a Portaria IBAMA n.º 2.164, de 29 de Outubro de 1990.

lagosta pintada

Classificação dos crustáceos

Filo — Artrópodes
Classe - Crustáceos
Subclasse — Sranquiópodes (800 espécies) Daphnla pulex, Apus cancriformis
Subclasse — Ostrácodos (2 mil espécies) Eucyprls
Subclasse — Copépodos (S mil espécies] Calanus, Calocalanus, Cyciops, Argulus
Subclasse — Cirripédios 1800 espécies) Balanus, Lepas, Sacculina
Subclasse — Malacóstracos (18 mil espécies)
Ordem Isópodes Ligia, Oniscus. Asellus. Armadlllium, Porcellio
Ordem Antípodes Gammarus, Caprella
Ordem Estomatópodes Squilla
Ordem Decápodes Penaeus, Xiphopenaeus. Biihyns. Uca, Birgus, Homarus, Pallnurus,
Aslacus, THchodactylus, Pagurus. Scyllarus, Palaemonetes, Cambarus, Pinnotheres, Calinectes
.

 

 

 

lagosta entre coraislagosta e suas longas antenas
lagosta vermelha
 
by   envie e-mail
 
 
 
Desenhos animados e ilustrações em geral

Caso exista alguma foto aqui que seja sua, colocarei o crédito com o maior prazer. Caso não queira que seja exibida, substituirei por outra.
Para colaborar com textos e fotos, envie email para anamaria.ninha@gmail.com.

animais fora de controleanimais desconhecidosPlaneta TerraSeres HumanosNotícias biológicasAnimais que vivem na terraAnimais que vivem na água
Política de Privacidade
 

 

ir pra a página principal do site