informações gerais sobre mamíferosinformações gerais sobre répteisinformações sobre anfíbios em geralinformações e curiosidades sobre avesinformações gerais sobre insetostudo sobre aracnídeosanimais em ordem alfabética
Página sobre a reprodução dos répteis, no site www.ninha.bio.br
PESQUISE NESTE SITE:

www.ninha.bio.br
 
 

Reprodução dos répteis

Os répteis se reproduzem sexualmente da mesma forma que outros vertebrados. Antes de procriar, muitas espécies de répteis entram em rituais de acasalamento que podem levar horas ou até dias. O comportamento durante o acasalamento varia bastante entre as diferentes ordens.

Os lagartos machos podem mudar de cor ou esvoaçar a pele localizada ao redor da garganta. Algumas cobras entram em processos complexos de entrelaçamento e perseguição. As tartarugas e jabutis podem golpear seus prováveis companheiros com as suas patas e os crocodilos e jacarés costumam a berrar ou rosnar, indicando que estão prontos para o acasalamento.

Em muitas espécies, as exibições dos machos são feitas para intimidar outros machos e atrair as fêmeas.
O ato de acasalamento pode ser incômodo entre as grandes tartarugas e crocodilos.
As tartarugas marinhas costumam acasalar na água, pois o meio ajuda a suportar seus corpos pesados.
A maioria dos répteis coloca ovos. As fêmeas protegem seus ovos até os filhotes nascerem.

Algumas espécies podem colocar grandes quantidades de ovos, que se desenvolvem sozinhos, muitas vezes em ninhos escondidos e bem protegidos, embaixo da terra ou na areia. Tartarugas marinhas e tartarugas-verdes, por exemplo, chegam na praia para desovar na areia, onde os ovos são deixados para se desenvolverem sozinhos.
Em outras espécies como as dos crocodilos ou pítons, as fêmeas defendem o ninho com agressividade, passando longos períodos ao redor do local e afastando qualquer predador.

 
 
by   envie e-mail
 
Desenhos animados e ilustrações em geral

Caso exista alguma foto aqui que seja sua, colocarei o crédito com o maior prazer. Caso não queira que seja exibida, substituirei por outra.
Para colaborar com textos e fotos, envie email para anamaria.ninha@gmail.com.

animais fora de controleanimais desconhecidosPlaneta TerraSeres HumanosNotícias biológicasAnimais que vivem na terraAnimais que vivem na água
Política de Privacidade
 

 

retorna à home