informações gerais sobre mamíferosinformações gerais sobre répteisinformações sobre anfíbios em geralinformações e curiosidades sobre avesinformações gerais sobre insetostudo sobre aracnídeosanimais em ordem alfabética
Página sobre sapos, no site www.ninha.bio.br
www.ninha.bio.br
 
 

Sapo

Sapos são anuros (anfíbios da Ordem Salientia) que possuem pele bastante rugosa.

 

sapo venenoso


Os sapos podem ficar mais tempo longe da água que as rãs e pererecas.

Possuem a pele rugosa e os membros posteriores mais curtos que os demais anuros, bem como uma concentração de glândulas de veneno nas laterais da cabeça.

Não existe mecanismo ejetor, se o animal for capturado, o veneno escorrerá na forma de um líquido leitoso.

São comumente encontrados nas cidades sob postes de iluminação a espera de insetos atraídos pela luz.

Existem cerca de 4.800 espécies de sapos.

A maioria deles vive próximo a uma fonte de água, mas existem sapos que vivem em ambientes úmidos que não são considerados ambientes aquáticos.

A água é importante para os ovos e os girinos do sapo, e algumas espécies utilizam poças temporárias e água acumulada nos ramos de plantas, como as bromélias, para colocar seus ovos.

O sapo se distingue da pelas membranas interdigitais pouco desenvolvidas e pela pele mais seca e rugosa. Geralmente, vive em ambiente mais seco.sapo

Os anfíbios dependem da água para a postura de ovos, pois os ovos não têm casca.

Depois de alguns dias de postos os ovos, nascem os girinos que respiram por brânquias, têm uma cauda e não têm pernas. Com o tempo o girino vai perdendo a cauda (encolhendo), desenvolvendo pernas posteriores e anteriores e trocando a respiração branquial pelas respirações pulmonar e cutânea até deixar a água ao término das transformações.

Os sapos capturam suas presa lançando para fora da boca a língua muscosa, longa e pegajosa, que é presa ao assoalho da boca pela extremidade anterior.

reprodução de sapos

Reprodução dos sapos

Quando chega sua época de reprodução, na primavera, os sapos coaxam para atrair suas fêmeas. Quando se encontram, o macho abraça a fêmea, posicionado sobre esta. Durante o abraço, macho e fêmea eliminam suas gametas no mesmo instante.

Saiba mais sobre a reprodução dos sapos

 

sapo

Veneno

 

Algumas espécies de sapos são venenosos.

Saiba mais sobre o veneno de sapo

Sapo Leo
sapo colorido

olhos de sapo

A visão do sapo


Os esbugalhados olhos do sapo comum contem detetores que controlam muitas de suas ações, como fisgar uma presa, esconder-se do perigo e movimentar-se.

A vida do sapo é governada pela visão, que tem vários tipos de nervos óticos capazes de captar o básico para o animal, disparando o reflexo apropriado.
Assim o sapo é programado para reagir automaticamente e da forma mais segura.
Encontrar comida depende da capacidade do corpo de detectar movimento. Para ele esticar a língua, a presa precisa ser pequena e circular e, sobretudo, precisa estar em movimento.olhar de sapo
Grande parte de sua alimentação consiste de insetos pequenos e ativos, e de outras criaturas como aranhas e besouros rasteiros. O inseto morto, ou imóvel é ignorado, mesmo que seja comestível.
O nervo ótico que detecta o movimento e permite ao sapo fisgar a comida também lhe permite localizar a aproximação do perigo.
O sapo é sensível à luz.

Os sapos passam grande parte do tempo na terra. São criaturas reservadas que se escondem em locais úmidos, debaixo de pedras ou folhas. Esse talento para o esconderijo depende de outro nervo ótico, que reaje nas áreas muito escuras e ajuda o sapo a encontrar locais sombreados para esconder-se de predadores como os pássaros.

Por fim há um nervo ótico que identifica as formas de seixos e arbustos, o que permite ao sapo descobrir onde está.

sapo

O que os sapos comem?

Os sapos comem muitos insetos de várias espécies, como: moscas (adultas e larvas), baratas, pernilongos, formigas, pulgões, besouros, lagartas e vagalumes.

Além de insetos, comem outros animais invertebrados como aranhas, lesmas e minhocas. Assim eles controlam a população de insetos e de outros invertebrados que causam grandes prejuízos para a agricultura e transmitem doenças.

sapo vermelho

sapo boi da serra do mar

 

Mimetismo

O Sapo de Chifre (ao lado) confunde-se com as folhas, assim além de enganar seus predadores, também facilita sua caça.

Saiba mais sobre o mimetismo dos sapos

sapo cururu
Sapo Cururu

Esse é o famoso Sapo Cururu, das cantigas de roda (Ao lado e abaixo).

Os sapos são considerados excelentes indicadores da qualidade ambiental (bioindicadores). Algo errado com eles pode significar um alerta para nós, que compartilhamos o mesmo meio ambiente.

sapo cururude carona no sapo cururu

sapo azul

Sensores

Os sapos-de-garras africanos, que aguardam abaixo da superfície da água uma presa passar, usam órgãos semelhantes a orifícios nos lados do corpo para encontrar seu caminho.

Esses órgãos são revestidos de pêlos microscópicos que se dobram com o fluxo da água, enviando mensagens dos nervos para o cérebro.

Isso lhes permite medir seu movimento em relação à corrente e determinar seu curso.

 

Como é o sapo por dentro?

Sapo por dentro

 

sapo coachando

Defendendo o território aos gritos

O saco da garganta do sapo comum africano dá à sua voz uma ressonância que percorre uma longa distância, avisando aos intrusos que não se aproximem de seu território.
Devido às suas manchas, também é conhecido como sapo-leopardo.
Os sapos anunciam aos berros seus direitos territoriais
Determinados métodos de demarcar os limites de um território são mais adequados a terrenos específicos. A delimitação territorial pelo som pode ser muito eficaz quando a visibilidade é fraca e o deslocamento de um lugar para outro é difícil.
O sapo comum africano macho, encontrado da África Ocidental ao Egito, é bem equipado para sinalizações sonoras. Vibrando suas cordas vocais, produz profundos coaxados que, amplificados por uma saco de ar inflável no pescoço, transformam-se em estrondos ressonantes que podem ser ouvidos a quase 800 metros de distância.
Esse sapo é muito apegado ao seu território e está sempre pronto a brigar com um vizinho pelos seus limites. O que fixa esses limites é a profundidade e a frequência do coaxado, quanto mais profundo o coaxado, mais velho e maior é o sapo, fato bastante visível para os competidores menores, que preferem ceder o melhor pedaço do lago do que procurar uma briga.
Os sapos mais velhos também têm a opção mais abrangente de fêmeas, pois elas acham seus cantos mais atraentes que os dos machos mais jovens.
Contudo, assim que se definem bem os limites, o sapo ignora os coaxados conhecidos dos machos vizinhos, provavelmente porque se acostumou com eles. Só quando ouve um estranho coachando é que o macho territorial põe-se mais uma vez a berrar as mensagens de "Proibida a entrada".

sapo

um dos menores sapos do mundo

Esses sapinhos têm cerca de 10 milímetros.


Já são catalogadas dez dessas espécies na mata atlântica que, acredita-se, sejam os menores vertebrados que a ciência já descobriu. Eles são abundantes na faixa que vai do Paraná ao Espírito Santo.

sapo colorido
Os sapos mordem?

Os sapos não mordem e as pererecas não grudam nas pessoas.
Os discos aderentes das patas da perereca são suficientes apenas para suportar o peso do corpo, de alguns gramas, na vertical - não para grudar ou prender firmemente a nada.

Sapos não têm unhas, garras afiadas ou dentes fortes (apenas um serrilhado frágil). Portanto, não há motivos para temê-los. Mesmo que quisessem morder, os sapos não conseguiriam. Eles não usam a boca para morder ou mastigar os insetos e outros bichos que comem, como faz a maioria dos animais. Usam somente a língua (fixada na parte da frente da boca, na maioria das espécies) de forma tão rápida que não é possível acompanhar.

sapo verde

sapo voador

Sapo Voador

O sapo voador da Costa Rica pula de um galho com suas patas traseiras bem abertas e moldando o corpo como um pires virado para baixo, e esticando a pele entre os longos dedos, formando quatro "pára-quedas", ele consegue voar cerca de 45m até outra árvore. Essa habilidade lhe possibilita escapar de seus predadores e aumentar seu campo de alimentação, sem ter que descer de uma árvore, cruzar o chão da floresta e subir na próxima.

Algumas espécies são capazes de manobras aéreas, tais como curvas inclinadas e guinadas.

O voo também dá uma vantagem a esses sapos que vivem nas árvores, à medida que expande seu alcance e torna as viagens entre os ramos distantes muito mais fácil.

sapo no riacho

sapo ferreiro

 

Sapo Ferreiro

O coaxar de sapos em noites quentes significa que os machos procuram atrair as fêmeas. Entre as espécies de sapo-ferreiro, predomina a fecundação externa, típica da maioria dos anfíbios. Mas a postura e a fecundação dos ovos, apesar disso, transcorrem separadamente. O que garante a eficácia da fecundação é o contato entre espermatozóides e óvulos imediatamente após a postura, antes que ocorra dispersão ou deterioração das células sexuais.

Os ovos fecundados, uns trezentos, em média, ficam grudados nas plantas submersas. Em uma semana, ou pouco mais, os girinos nascem. Mas muito poucos sobreviverão.

O girino do sapo-ferreiro leva mais de dois meses até passar pela última metamorfose e assumir a forma de adulto, com uns 4-5 centímetros de comprimento Nesse período de desenvolvimento, suas defesas ainda são pouco eficazes contra os predadores do ambiente.

Mesmo depois da última metamorfose, o sapo-ferreiro ainda demora uns três anos até atingir a maturidade sexual. Isso comprova que o suas defesas contra os predadores são bastante eficientes.

 

sapo minúsculo

 

Bonitinho esse sapinho minúsculo vermelho...

sapo comum

Sapos podem entupir canos

Parece estranho, mas é bem mais comum do que parece.

Em locais próximos a banhados ou mata, não é incomum que os sapos se enfiem em canos de saída de água, principalmente se estes não estiverem colocados de modo regular.

Já vi casos de se chamarem bombeiros e empresas desentupidoras, e após muitas tentativas frustradas de desentupir o encanamento, descobrirem que se tratam de sapos dentro do cano.

Não é adequado para os sapos, mas eficiente para o desentupimento dos canos: sal. Isso mesmo, é só fazer com que o sal chegue até onde eles estão.

Se você mora em uma área sujeita a aparição de sapos, o melhor a fazer quando ocorre um entupimento é chamar uma desentupidora da sua região.

O motivo é que sendo da mesma região, provavelmente a desentupidora já atendeu casos parecidos e sabe como proceder de maneira mais adequada, tanto para o desentupimento, quanto para os sapos.

Logicamente que se você mora em RJ não vai chamar uma desentupidora de SP. Mas procure do mesmo bairro ou área da cidade.

 

sapo laranjado

Por exemplo, se você mora na zona leste, não chamaria uma desentupidora da zona sul ...

Mas...estou falando nisso porque já aconteceu comigo, num condomínio perto da floresta, em Blumenau - SC (literalmente no século passado...rs).

Quando o bombeiro conseguiu fazer o desentupimento, pela parte do cano que ele tinha aberto começaram a sair os sapos - e eu juro que nunca vi tantos sapos juntos outra vez na vida...rs

3 sapinhos
sapão
sapinho
sapo comum
sapo na lagoa
sapo inchado
sapo colorido
torre de sapos
sapo na folha
sapo na água
sapo verde

sapo pulando

 

Outros anfíbios: pererecas, rãs, cecílias , salamandras

 

 

 

 

 

 
 
by   envie e-mail

 

Desenhos animados e ilustrações em geral

Caso exista alguma foto aqui que seja sua, colocarei o crédito com o maior prazer. Caso não queira que seja exibida, substituirei por outra.
Para colaborar com textos e fotos, envie email para anamaria.ninha@gmail.com.

animais fora de controleanimais desconhecidosPlaneta TerraSeres HumanosNotícias biológicasAnimais que vivem na terraAnimais que vivem na água
Política de Privacidade
 

ir para o início do site